Virbac Brazil

Cuidados

Ponto 0 (0 Votos)

Prevenção em cães e gatos

12 motivos para prevenir seu pet de pulgas e carrapatos

1. A picada provoca irritação na pele, podendo causar um tipo de alergia chamada de Dermatite Alérgica à Picada de Ectoparasitas (DAPE).

2. Podem causar anemia quando há uma grande infestação.

3. Podem transmitir doenças graves para animais e humanos.

4. Podem transmitir verminoses como o Dipylidium caninum para o gato e para o homem, que causa diarreia com muco e sangue, perda de peso, cólicas, anemia e até ataques epilépticos.

5. A picada da pulga pode transmitir bartonelose, ou doença da arranhadura do gato, uma doença grave que causa febre e conjuntivite e pode passar ao homem.

6. Carrapatos e pulgas também transmitem a micoplasmose felina, antigamente conhecida como hemobartonelose, doença que pode ser silenciosa, ou causar uma anemia grave e icterícia.

7. O diagnóstico de infestação por pulgas em gatos pode ser complicado, porque pelo hábito de se lamber os gatos ingerem as pulgas. Fique atento a sinais como presença de fezes de pulgas (pequenos pontos pretos) e não descarte a infestação só por não estar vendo as pulgas.

8. Uma pulga adulta coloca de 25 a 30 ovos por dia, multiplicando-se rapidamente, podendo depositar aproximadamente 2000 ovos durante sua vida.

9. Em caso de infestação por pulgas é importante lembrar que apenas 5% das pulgas estão no animal (na fase adulta) todo o restante, 95% está no ambiente na forma de ovo, larva ou pulpa.

10. Os ovos desses ectoparasitas são extremamente resistentes e ficam no ambiente por longos períodos.

11. Além de controlar pulgas e carrapatos nos gatos, é importante o controle ambiental desses parasitas. A desinfestação do ambiente é trabalhosa, sendo mais fácil prevenir antes que ocorra a infestação.

12. Mesmo que o animal resida em apartamento, ele está sujeito a contrair esses ectoparasitas em seus passeios.

Vote neste conteúdo: 5 4 3 2 1

Produtos Relacionados

Effipro Spray®

Leia Mais

Effipro®

Leia Mais